Polêmica lei russa sobre internet pode aumentar a censura, dizem críticos

Uma nova lei russa da Internet entrou em vigor em 1º de novembro, que os legisladores dizem ter sido projetada para proteger a “Runet” da Internet do país em caso de ataque cibernético ou outra ameaça externa.

A lei da “internet soberana” permitiria ao órgão de telecomunicações do país Roskomnadzor isolar o Runet da rede global no caso de um ataque.

O chefe de Roskomnadzor, Alexander Zharov, disse que eles só recorrem ao bloqueio da Internet ou de certos provedores em caso de emergência.

Os críticos dizem que a lei permitirá ao governo aumentar a censura na Internet.

“Agora, o governo pode censurar diretamente o conteúdo ou até transformar a Internet da Rússia em um sistema fechado sem informar ao público o que está fazendo ou por quê”, disse Rachel Denber, vice-diretora de direitos humanos na Europa e Ásia Central da Human Rights Watch, em comunicado.

“Isso põe em risco o direito das pessoas na Rússia à liberdade de expressão e liberdade de informação on-line”.

Equipamento especial

A lei exige que equipamentos especiais sejam instalados por provedores de internet que possam filtrar e redirecionar o tráfego e restringir o acesso a informações ilegais.

A lei entrou em vigor, mas o novo equipamento ainda não está concluído.

O custo da implementação da lei será de mais de 30 bilhões de rublos (424 milhões de euros), dos quais 20,8 bilhões de rublos (294 milhões de euros) serão gastos na compra de equipamentos.

Anton Fishman, diretor de projetos do grupo de segurança cibernética Group-IB, disse que a lei é justificada.

“Dada a situação geopolítica tensa e os possíveis riscos de outros países, esta lei é fornecida apenas para proteção preliminar contra possíveis riscos”, disse Fishman.

‘Um novo nível’ de censura

Christian Mihr, diretor executivo da Repórteres Sem Fronteiras, na Alemanha, disse que leva a censura à Internet a um novo nível.

“Isso prova que a liderança russa está pronta para colocar toda a infraestrutura de rede sob controle político, a fim de interromper o fluxo de informações digitais sempre que necessário”, disse Mihr em comunicado.

A ONG russa de direitos digitais RosKomSvoboda afirma que a lei pode aumentar os blecautes na Internet. O advogado do grupo, Sarkis Darbinyan, disse que, embora haja uma crescente ameaça cibernética, a lei não tornará a Internet da Rússia mais segura.

Darbinyan também disse que não garante a liberdade de informação, a liberdade de expressão ou a proteção da privacidade.

A lei não especifica quais ameaças colocariam o Runet sob controle centralizado.

Audiência: Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, Hong Kong, China, Israel, Índia, Portugal, Argentina, Itália, Japão, Emirados Árabes Unidos, Angola, Alemanha, França, Irlanda, Líbia, México, Nepal, Papua Nova Guiné, Filipinas. –  85  visualizações

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com